Assim ó, hoje eu entendi porque eu deveria ter feito catequese quando foi solicitado. Eu não fiz, escolhi evangelização espírita (tinha um objetivo e tal. outra vez eu conto). e olha que minha tia era professora de catequese e ficou toda magoada. Enfim, nunca dei muita bola para isso até porque se eu tiver que casar na igreja um dia, faço aquele curso bláblá. TÁ.

Páscoa: sempre tem almoço em família, bacalhau, ovo de chocolate. ié. logo cedo minha mãe pediu para eu ligar para a moça que faz a torta de trufa (tava boa hein) a fim de perguntar o preço para ela e chegar com cheque pronto (muito prática mamys). eu, querendo ser educada, desejei sem querer feliz natal para a mulher. risos a parte, nada demais, né? feliz natal, feliz aniversário, feliz páscoa, quase tudo a mesma coisa. AHAM.

Ok.. almoço bom, todo mundo servido, a mucama que vos escreve tirando a mesa e voltando com a tal torta de trufa para a sobremesa resolveu ser engraçadona e cantar “parabéns para você”. brinks, né gente, com a torta na mão e tal. pra que? todo mundo me olhou com cara de -Q e a tia ex professora de catequese disse: – menos Letícia, hoje é a morte de Cristo. OOOPS. sério, muita vergonha nessa hora, senti a vibração da vergonha alheia também. Para quebrar o gelo, a tia da catequese disse: – amanhã é dia de quem? meu primo: de Judas. eu:- que perdeu as botas, coitado. Bom, pelo menos deram risada nessa. Muito riso, pouco siso. parei com a graça.

Então kids, simbora fazer catequese para saber quem morreu e quando, porque tá, eu sabia que Jesus renascia e a coisa toda, mas não sabia os dias (tipo, sexta? sábado? domingo?). Valeu.

Anúncios